O processo de criação de sites para empresas

O sucesso de um site está condicionado a certas ações que vão da montagem até as formas de divulgação.

O primeiro passo para ter um site é registar um domínio junto ao Registro.br (www.registro.br).

O segundo passo, é contratar o serviço de hospedagem.

A Sísmica tanto pode auxiliar sua empresa a realizar a tarefa do registro do domínio, quanto da hospedagem de seu futuro site, de maneira simples e rápida.

Realizadas estas duas tarefas, passemos a montagem propriamente dita do site.

Deve existir um mínimo de planejamento inicial se desejamos obter algum resultado, afinal ter um site é uma ação de marketing. 

Este planejamento segue alguns critérios:


1) Usar linguagem simples e objetiva.

Sempre devemos usar uma linguagem simples e objetiva. Um erro bastante comum é a empresa acreditar que o material contido no site tem relevância para o usuário. Normalmente tem relevância para ela empresa, mas não necessariamente para o usuário final.

Neste caso a empresa deve-se colocar no lugar do usuário e verificar se o que está sendo apresentado realmente é importante.

Pesquisas demonstram que caso o usuário não identifique o que procura no intervalo de 4 a 6 segundos, ele desistirá do site e passará para o seguinte (que poderá ser inclusive do concorrente) em busca do que deseja.

Portanto deixar claro o que a empresa faz e quais são seus produtos e serviços é fundamental para obter sucesso na internet.

 

2) Atualização

Este é um dos principais problemas dos sites. O internauta é exigente. Se ele começar a navegar no site e verificar que os conteúdos não são atualizados com freqüência, isto gerará um sentimento de frustração que por sua vez, resultará na desistência do usuário em visitar o site.

A solução mais eficiente neste caso é montar o site baseado em uma ferramenta de gestão de conteúdo (no inglês CMS - Content management system, ou seja, algo como sistema gestor de conteúdo). Isto possibilita que a própria empresa realize as alterações mais emergenciais no site ou mais facilmente.

Hoje a Sísmica especializou-se no desenvolvimento de websites baseados nos CMSs JOOMLA e WORDPRESS. Ferramentas líderes neste tipo de tecnologia e muito populares na internet.


3) Navegação

Tornar a navegação complexa e confusa, também dificulta a obtenção de resultados. Tente deixar a maioria dos conteúdos disponíveis em 1 ou no máximo 2 cliques, principalmente aquelas relacionados com os produtos e serviços da empresa, assim com as formas de contato.

Esconder ou dificultar o acesso ao formulário de contato é outro erro comum.

4) Compartilhe

Hoje com o advento das Redes Sociais, é fundamental permitir que um certo conteúdo seja compartilhado. Agrega valor e aumenta o tráfego.

 

5) Interatividade

Além dos conteúdos, outa importante ferramenta para atrair novos usuários é o recurso de interatividade. Testes, enquetes, fóruns, chats, sons e vídeos (com restrições) sempre são recursos importantes no processo de captação de novos usuários.

 

6) Captação de cadastros para Boletins (newsletters)

Jamais deixe de ter este recurso em seu site.

Este cadastro passará a ser a principal fonte de alimentação para as ações de e-mail marketing futuras.

 

7) Parcerias

A principal finalidade das parceiras é a troca de artigos e banners.

Esta ação possibilita um aumento no tráfego em seu site e por conseqüência aumenta as chances de realizar negócios.

 

Outras ações de divulgação:

 

Links Patrocinados

A ação de divulgação junto as ferramentas de busca através de campanhas dos Links Patrocinados é fundamental para empresas que estão iniciando seus negócios na Internet.

 

E-mail Marketing

Hoje o e-mail marketing é um assunto polêmico. Apesar de ser uma das mais poderosas ações de divulgação na Internet, se esta não for realizada de maneira correta, além de trazer rejeição à marca da empresa, pode trazer outros problemas.

Correto:

  • Quando e-mail marketing é resultado do cadastramento junto ao site.
  • Quando a empresa permite que o usuário em qualquer momento faça a opção por não mais receber o boletim da empresa.

Incorreto:

  • Mandar para usuários que não realizaram cadastramento.
  • Comprar base de dados de terceiros e, portanto não autorizaram o envio dos boletins. Este tipo de pratica caracteriza SPAM.
  • A empresa pode ser convidada pelo provedor a cancelar a sua hospedagem e se retirar, porque o mesmo não quer associar a sua imagem a uma empresa que realiza este tipo de ação.
  • Não realizar o descadastramento quando solicitado.

Estas são somente alguns exemplos de práticas para desenvolver um site eficiente e que gere resultados.

 

Por Eduardo de Menezes Junior